redução da velocidade média do raciocínio

UPDATE: Aqui uma opinião séria e com argumentos bem formados do jornalista e instrutor Tite Simões sobre a redução da velocidade máxima nas marginais

 

Acabei de ver esse vídeo lá naquela rede social toda azul e achei por bem tirar um pouco a poeira desse abandonado blog:

 

Tem algo estranho com a linha de pensamento dessa moça vamos lá:

Primeiro ela começa dizendo que apesar da redução da velocidade que já teve os acidentes continuam aumentando e depois ela rebate sua própria afirmação, dizendo que o número de acidentes aumenta pois tem mais carros na rua. Mas calma lá! Estamos falando de números absolutos? Porque o que ela disse só faria algum sentido se fossem números absolutos (número de acidentes, sem levar em conta nenhuma outra estatística). Não se faz estatística (e muito menos política pública) com base em números absolutos, eu não vi os estudos da prefeitura sobre esse assunto, mas medidas assim precisam se pautar em porcentagem de acidentes em relação à frota ou à população ou a qualquer outro prisma.

Segundo, esse comentário sobre as sinalizações de trânsito superfaturadas só se sustentaria se não existisse desgaste natural das placas e se as placas fossem únicas (com o nome da via escrito, por exemplo). Essas placas, muito provavelmente, são feitas em quantidades enormes, com todas as velocidades impressas e estocadas, para manutenção de rotina. É válido levantar a suspeita sobre o superfaturamento dessas placas da mesma maneira que é válido levantar a suspeita sobre superfaturamento de TUDO o que é pago com dinheiro público, mas daí a dizer que essa medida específica foi feita para enriquecer os cofres de campanha de qualquer partido chega a ser até fofinho.

Por último e não menos importante, vamos falar sobre a “indústria da multa”. Pobres motoristas sofrem tanta opressão só porque conseguiram comprar seu carro e agora não podem nem andar acima do limite de velocidade permitido, não podem tomar uma cervejinha antes de dirigir, não podem usar o corredor de ônibus nem a ciclofaixa, não podem fazer uma conversão proibida (rapidinho), não podem parar em fila dupla pra pegar as crianças no colégio e MUITO MENOS GRAVAR UM VÍDEO dentro do carro (eu sei que o carro tá parado, mas a ironia foi irresistível). Se as pessoas obedecessem às leis de trânsito 3 coisas aconteceriam: 1- morreria menos gente; 2- haveria menos congestionamentos (menos acidentes, menos conversões proibidas, menos filas duplas); 3- a indústria da multa iria à falência. Portanto, se você reclama da indústria da multa, saiba que é VOCÊ que a alimenta com sua falta de educação no trânsito. Simples assim.

Aliás, querer cometer infrações de trânsito e não querer ser punido por isso não é incentivar a impunidade? Dar uma caixinha pro guarda não multar não é corrupção? Será que não é a corrupção pequena que alimenta a grande corrupção? Sobre isso, deixo esse vídeo.

Acabei de ver mais um argumento hilário para falar mal dessa medida da prefeitura: que isso vai aumentar os congestionamentos!!! Queria tanto que todos os congestionamentos fossem causados pelo limite de velocidade! Imagina só, a 23 de maio LIVRE e os carros só se segurando para não passar do limite???? Que bênção né?

De qualquer forma eu também não gostaria que a velocidade nas marginais fosse reduzida, mas não vou criar teorias mirabolantes pra justificar minha opinião egoísta sobre isso. Eu não concordo simplesmente porque sempre achei uma delícia pegar a marginal pinheiros de motoca num domingão e dar uma bela esticada. Sentir o vento batendo no rosto e ser feliz. Talvez esteja faltando um pouco disso para as pessoas.

Antes que me acusem de PTralha mensaleiro maldito: vão morder seus pais na bunda.

a língua é viva – trânsito

Esses dias estava aqui pensando sobre a palavra “trânsito” e como seu significado tem mudado para seu exato oposto. Eu acho bacana, porque sempre que falam sobre as pessoas que “essa geração fala tudo errado” que “ninguém mais sabe escrever” e sempre tem alguém defendendo dizendo que “a língua é viva”. Eu não sou linguista, mas um admirador confesso do nosso idioma e acabei me encantando com a metamorfose dessa palavra, principalmente nos grandes centros urbanos.

Screen Shot 2015-02-15 at 10.56.14 PM

 

Estão vendo a definição? Agora comparem com o uso mais frequente hoje em dia:

– Desculpe, cheguei atrasado pois peguei muito trânsito

– Nossa, a cidade está vazia, cheguei rapidinho, não tinha trânsito nenhum!

Os boletins de rádio e TV às vezes pecam também nesses “deslizes”. É errado, sim, claro que é. Porém é um movimento inevitável.

Não tenho dúvida que daqui há alguns (poucos) anos a definição do dicionário vai ter que incluir também algo como “Grandes cidades: congestionamento, tráfego intenso de veículos” para acomodar o novo uso da palavra.

 

E isso é muito legal, para mostrar que as coisas são transitórias e que mesmo a palavra que significa “mudança”, pode sim mudar e ficar parada (porém inquieta)

😉

falta de água e de pensamento crítico

Bom galera, senta que o post vai ser longo. Ou levanta, pois eu vou dizer algumas coisas que podem não ser tão confortáveis assim de se ler.

Resolveu ficar? acha que é forte o suficiente? depois não diga que eu não avisei hein? certo, então vamos lá:

O SEU CÉREBRO É FALHO. Sua capacidade de entendimento das coisas foi MUITO ultrapassada pela ciência. Hoje em dia nós conseguimos dados sobre coisas que não temos a MENOR capacidade de abstração para conseguir entender ou mesmo fazer uma vaga idéia.

Responde rápido: você sabe quanto é 1 bilhão de reais? Quando eu digo que o Sol está há 150.000.000km da Terra, você tem que ficar contando zerinhos pra entender que se tratam de 150 milhões de quilômetros (e admita, saber isso não fez a MENOR diferença pra você ter alguma noção dessa distância).

Isso porque o nosso cérebro evoluiu as habilidades necessárias para a nossa sobrevivência, isto é: achar comida, fazer sexo e evitar ser morto por predadores antes de fazer sexo. As habilidades que precisamos para isso: reconhecer padrões, tomar decisões baseadas no que conseguimos ver e medir.

Imagina um homem das cavernas, lá na savana africana, vendo uma cena como essa:

 

Quantos búfalos têm aí? Essa pergunta só faz sentido se você for o Rei do Gado e está contando suas cabeças de búfalo, mas se você é um homem das cavernas querendo sobreviver, você sabe exatamente quantos búfalos têm aí: UM MONTÃO! Quantidade suficiente pra você ficar LONGE. E segue a vida. Ninguém precisava saber exatamente de quantos búfalos você sobreviveu. Até pra contar a história lá na aldeia, não ia ter um chato perguntando quantos eram. MUITOS era um número completamente válido (inclusive para algumas tribos que sobreviveram até hoje).

Nesse momento você deve estar bradando aí internamente (ou os mais exaltados até deve estar xingando a pobre tela de LCD e expelindo perdigotos na coitada) “EU SOU UM SER EVOLUÍDO! NÃO SOU UMA PORRA DE UM ÍNDIO!”

Ah não? Então mostraí fera, quanto é uma pilha de 1 bilhão de dólares? Cabe na carteira? Cabe na sua sala? E o seu carro tem autonomia pra fazer uma viagem de 150 milhões de quilômetros até o Sol? Vamos mais alguns exemplos? Você sabe quantas “Terras” cabem dentro do Sol? 1 milhão! Sabe quanto é isso?

IMG_2171

Agora aproveitando essa imagem bacana aí em cima: você conhece nosso planeta né? Já viu alguma foto da Terra vista do espaço? A NASA chamou a primeira foto dessas, feita pela missão Apollo de “The Blue Marble” (algo como “Bolinha de Gude Azul”).

Earth_s_true_colours

Guilherme Arantes, quando viu essa imagem compôs “Terra, Planeta Água” (sim, chato pra cacete).

Afinal, não faz o MENOR sentido chamar de Terra algo que tem 2/3 de sua superfície coberta por água, certo? ERRADO! Olha aí nossos olhos pregando peças de novo. Olha aí, novamente você se achando o ápice da evolução (desculpe, você não é mais evoluído que um peixe ou que uma bactéria que vive no seu intestino). Na imagem abaixo, vemos 3 “gotinhas” a maior é o total de água do planeta (sim, TODA a água da Terra, incluindo a água dos mares, polos, icebergs, lençóis freáticos, cavernas, atmosfera e até a água que há nos corpos dos seres vivos, como eu, você e todos os outros seres), a segunda, representa toda a água líquida e doce e a terceira, sim esse pontinho azul que mal dá pra ver, representa toda a água em rios e lagos.

global-water-volume-fresh-large

 

Vou dar um minutinho pra você recolher o queixo que caiu.

Enquanto isso, se você quiser ler mais a respeito, sugiro esse link (em inglês).

Somos muito bons em reconhecer padrões onde não existe e somos extremamente bons em acreditar nesses padrões (afinal, nossa vida sempre dependeu disso e nós, como espécie, sobrevivemos), portanto não dá pra não acreditar certo? ERRADO de novo. Nosso conhecimento ultrapassou e MUITO o que a evolução nos deu de ferramentas para lidar.

Vou dar mais um exemplo: já ouviu falar em PAREIDOLIA? É a nossa “capacidade” de encontrar rostos inclusive onde não existe.

enhanced-buzz-32408-1259894121-28-243x300 Pareidolia-3 pareidolia-peppers-l z-Martian_face_viking_cropp

(divertido né? Mas pensa que tem gente rezando pra torradas ou paranóico por o governo estar escondendo A VERDADE sobre Marte).

Como lidar com isso? É SIMPLES… questione suas percepções, questione suas crenças, pare de pensar que pensa!

E por falar em “pensar que pensa” esse cidadão começou certo, questionou a crise hídrica de São Paulo, mas errou, errou feio, errou rude ao achar que sua percepção sobre o que é cheio/vazio e muito/pouco é absoluta. E foi essa a grande bobagem que ele cometeu (muita gente já veio me perguntar sobre esse vídeo, que tá rolando há umas semanas pelo facebook).

 

OHHHHHHHH Quanta água né???? (antes de responder, lembrem daquela imagem do planeta com as gotinhas representando TODA a água do planeta).

Aqui está uma lista dos principais reservatórios que abastecem São Paulo e suas capacidades (tirei desse link aqui)

Sistema Cantareira:
Capacidade total: 1 trilhão de litros
População que abastece: 6,5 milhões

Sistema Alto Tietê:
Capacidade total: 520 bilhões de litros
População que abastece: 4,5 milhões

Sistema Guarapiranga:
Capacidade total: 171 bilhões de litros
População que abastece: 4,9 milhões

Sistema Rio Grande:
Capacidade total: 112 bilhões de litros
População que abastece: 1,2 milhão

Sistema Alto Cotia:
Capacidade total: 16 bilhões de litros
População que abastece: 410 mil

Sistema Rio Claro:
Capacidade total: 13 bilhões de litros
População que abastece: 1,5 milhão de pessoas.

 

Reparou? Cabem 1 TRILHÃO de litros de água no sistema Cantareira. 5% disso é cerca de 50 BILHÕES DE LITROS de água (lembra dos búfalos? você sabe contar quantos litros de água têm ali naquele vídeo?). E 6,5 milhões de pessoas (o tanto que o sistema abastece) consomem quanta água por dia? Se enfileirarmos 6,5 milhões de pessoas, vai dar uma fila de quantos km?

Nosso cérebro que evoluiu para ser ótimo em arrumar comida e sobreviver até conseguir transar e deixar descendentes não consegue entender essas medidas. Ainda juntamos um governo incompetente e uma história de conspiração, de que tem guardas que não deixam ninguém filmar nem fotografar e a parada fica completamente irresistível (lembra do rosto de Marte, aí em cima?). O cidadão passa pela represa, vê 50 bilhões de litros de água e chega a conclusão de que há uma conspiração do governo para esconder a água da população.

Agora vamos pensar mais um pouquinho?

• Já falamos aqui DIVERSAS vezes sobre a incapacidade de entendermos esses grandes números e volumes de água x população atendida x consumo

• Por que diabos um governo que já se mostrou completamente incompetente acaba com seu resto de popularidade escondendo a água da população?

• Como ele diz no vídeo: “Pra onde está indo essa água”? Será que o imbecil do Alckmin fez TANTA merda que precisa de 50 bilhões de litros de água pra dar a descarga? (é, olhando por essa ótica essa hipótese faz até que bastante sentido.. rs)

• Se a água tá sendo “desviada”, por que a imprensa não divulga isso? Quer dizer, NENHUM órgão da imprensa divulga. Será que são eles que estão recebendo TODA a água em troca de acobertarem a farsa?

• E os policiais que não deixam ninguém filmar, qualquer um que aparecesse para uma entrevista receberia uma bolada. Será que eles estão recebendo reforços nos salários também para encobrir a farsa?

• Será que essa conspiração para esconder a água da população valeria a pena por ser TÃO cara e TÃO difícil de manter? E com qual propósito?

• A propósito, uma conspiração desse tamanho teria que, necessariamente envolver as 3 esferas do governo (municipal, estadual e federal) e em diversos municípios do Estado de São Paulo. Essas esferas têm em seu comando partidos de oposição e de governo. Imagina o inferno que seria um pacto político que satisfaça TODOS os envolvidos (prefeitos, vereadores, secretários, deputados estaduais, governador, ministros, deputados federais, senadores e a presidente da república), sem contar a diretoria de todas as empresas envolvidas (inclusive na geração e distribuição de energia elétrica), a Agência Nacional de Águas e o Operador Nacional do Sistema Elétrico (fora umas milhares de outras instâncias burocráticas que eu não consigo nem imaginar que existam, mas que também iam querer sua boquinha pra manter o segredo). E novamente: A troco do que? Qual a grande vantagem?

• E o mercado financeiro? Tá todo mundo dizendo que a Sabesp só visa o lucro, porém por que eles fariam parte dessa conspiração que está acabando com o valor de mercado das ações da empresa na Bolsa de Valores? (veja o gráfico com o desempenho da ação, ladeira abaixo desde julho do ano passado)

Screen Shot 2015-02-03 at 10.03.22 PM

Viram como é até divertido fazer esse exercício? A gente começa questionando algo com um argumento que aparentemente faz todo sentido, depois questionamos esse argumento e o bombardeamos de perguntas. Será que ele sobrevive? Se sobreviver, será que não estamos cometendo nenhum equívoco de percepção? Se você consegue entender isso e chegar essas conclusões, seja muito bem-vindo. Você está adentrando o maravilhoso mundo do método científico e está começando a treinar seu cérebro para conseguir entender melhor esse universo fascinante em que vivemos.

 

Boa viagem! (mas não se esqueça de ECONOMIZAR água… SEMPRE)

Contra fatos não há argumentos sr. Malafaia

A entrevista com o pastor Silas Malafaia de uma dessas igrejas de tirar dinheiro de incautos, está dando o que falar. Quem quiser ver um dos maiores exemplos de como a desonestidade pode se esconder nos recônditos da pseudo-ciência e dos gritos da eloquência, por favor procure no YouTube, pois eu me recuso a linkar aquilo. Esse espaço é meu e aqui pastor desonesto (pleonasmo?) só entra pra ser esculachado. 

Por falar nisso, dêem uma olhada nessa vídeo resposta. Tem alguns trechos da entrevista repugnante, para ilustrar as idéias mais absurdas que esse senhor vomitou em frente à pobre Marília Gabriela. A principal e, que na minha opinião “encerra o caso” é ele dizer que a Evolução é uma teoria porque não pode ser observada. Questionar a Evolução por ser uma teoria já é absurdo. Evolução é FATO. Agora dizer que não pode ser observada é de uma ignorância TÃO grande que eu quase desejo que seja apenas desonestidade da parte dele.
Com a palavra Eli Vieira, doutorando em genética pela Universidade de Cambridge:

Pode ser a gota d’agua? Acho que não

Você provavelmente já deve ter esbarrado com esse vídeo no facebook (e talvez tenha até assinado lá no site)

Por que, infelizmente, é isso o que as pessoas fazem, vêem algo convincente sobre um assunto que não conhecem e acabam se “mobilizando” (leia-se dar um “curtir” e “compartilhar”, ou no máximo assinar um abaixo assinado num site). O vídeo pede para pequisar, para se informar sobre o assunto, mas todo mundo sabe que quem quiser se “aprofundar” um pouco, vai entrar no site da camapanha e ler exatamente o que está no vídeo, com termos um pouco mais técnicos.

Mas atores globais não são cientistas, e por mais que eu tenda a querer fazer qualquer coisa que a Ísis Valverde e a Nathália Dill pedir, não colocaria meu nome e nem compartilharia algo sem antes pesquisar. Por sorte, nem precisei ir muito longe, pois tenho um amigo que É cientista e já foi longe… pra ser mais exato, ele esteve nas obras dessas usinas e de várias outras usinas por todo o Brasil, pesquisando justamente a questão da “energia limpa”. Perguntei pra ele sobre o vídeo e ele me indicou esses 2 vídeos, em resposta às bobagens ditas no vídeo dos globais:

Prestem bem atenção antes de assinar qualquer coisa, faça como o vídeo pede, PESQUISE, mas pesquise em fontes confiáveis, de preferência em universidades, locais onde a ciência fala mais alto. Atores atuam, o trabalho deles é convencer que o que dizem é verdade, cientistas BUSCAM a verdade. Há uma grande diferença entre as duas coisas.

Abra uma aba, dê um google, não vou colocar links aqui, procure, veja quanta informação há disponível, veja o que parece verdade, o que vem de fontes confiáveis. É difícil não acreditar no que a a gente QUER acreditar. É difícil separar a informação correta da bobagem, nem sempre a gente acerta, mas não dá pra desistir.

Faça a diferença, PENSANDO por si só.

Bobagens

Se você acredita em

astrologia, cura por cristais, homeopatia, medicina alternativa, acupuntura, anjo da guarda, reencarnação, florais de bach (ou de qualquer outro sujeito), gnomos, duentes, fadas, leprechauns, quiromancia, reiki, tarot, búzios, a porra do café, runas, i-ching, numerologia, azar, a influência da lua sobre os cabelos, destino, energias negativas ou positivas (a não ser que esteja falando de íons e cátions), áura, jesus, aláh, jah, maomé, isthar, rá, odin, zeus, iemanjá, oxalá, cabala, cromoterapia, aromaterapia, darth vader, mestre ioda, fraternidade branca, jedis, liga da justiça, deus, sauron, gandalf, hércules, thor, wolverine, picachu, bob esponja calça quadrada, papai noel, coelho da páscoa, noé, moisés, shamanismo, diabo, demônio, vampiros, lobisomens, mula sem cabeça, saci, abdução por alienígenas, chupacabras, chewbacca, hobbits, orações, possessão demoníaca, exu caveira, macumba, wicca, vooddoo, espíritos, almas, fantasmas, alma gêmea, psicografia, passe (que não seja de ônibus), bênção, milagre, telecinesia, criacionismo, design inteligente, adão e eva, pé de coelho, trevo de quatro folhas, figa, patuá, guias de proteção, mediunidade, manga com leite mata, marty mcFly, desdobramento, leitura de pensamento, elo psíquico, aurículo-acupuntura, comer placenta, beber urina, alimentar-se de luz, não poder lavar os cabelos após dar a luz, colchões com magnetos, reptilianos controlando a humanidade, amuletos, simpatias (que não seja sinônimo de gentileza) ou na física do petrefionismo

tenho uma péssima notícia: você acredita em algo que não é realmente verdade.
Todos os itens da lista acima têm exatamente a mesma quantidade de evidência que suporte sua veracidade.

E se o que você acredita não está na lista, não se anime muito. Se você acredita em algo sem evidência, sem consenso científico, sem suporte em observações e teorias sólidas que expliquem seu mecanismo de ação, muito provavelmente é bobagem também.

Pense, questione, pesquise. Com essas pequenas atitudes o mundo não vai mais ter espaço para bobagens.

vem chegando o verão…

E é isso meus caros, dia 21/12/2012 vai acabar… a PRIMAVERA!

Vamos esclarecer de uma vez por todas? O mundo NÃO (ouviram, NÃO) vai acabar esse ano.
NÃO vai acabar dia 21/12/2012!
Os Maias NÃO estavam certos, pq NEM ELES previram que a coisa toda ia acabar!

Aliás, os Maias previram muito pouca coisa pra dizer a verdade. Era uma civilização bem avançada PARA A ÉPOCA, tinha conhecimento avançado em astronomia PARA A ÉPOCA, mas é no mínimo risível pensar que o conhecimento que eles tinham há 4.000 anos era maior do que o que temos hoje (aliás, eles achavam que Vênus eram duas estrelas, uma noturna e outra diurna. A super-civilização avançadíssima não se tocou que era o mesmo objeto que nascia e se punha em horários diferentes).
Os Maias tinham um sistema complexo de calendários, com contagens de longo e curto termo. Esse baktun que acaba no dia 21/12 nem é o mais longo. Os próprios Maias têm um período do calendário que vai além (eu não lembro o nome e esse assunto é muito sem-importância pra eu parar o texto no meio pra fazer uma pesquisa).
Então, se você é desses que acredita em BOBAGEM, deve ter saído correndo pelado na virada do ano 2000 achando que o mundo acabaria no bug do milênio. E adivinhe: 1-o mundo NÃO acabou; 2-tem mentecapto agora com medo do bug do milênio de uma civilização de 4.000!
Você é um mentecapto? Espero que não.
E, gente, fala sério, o deus dos caras vinha do milho! Dá pra levar minimamente a sério uma civilização que fazia sacrifícios humanos para o deus-milho?

Mais alguns esclarecimentos:
– vai ter um alinhamento planetário em dezembro… bem mequetrefe, por sinal. O alinhamento que vimos e aproveitamos para lanças as sondas Voyager I e II era BEM mais legal (no final dos anos 70) e até onde eu sei o mundo não acabou.
– NÃO vai ter alinhamento com o centro da galáxia… pra falar a verdade isso nem faz sentido. Nossa galáxia é um DISCO. Pensando num velho disco de vinil, nós estamos mais ou menos perto do meio do disco. O pino central do toca discos é o buraco negro super-massivo que mora no centro da nossa via láctea, portanto o centro da galáxia. Como diabos um pedaço do disco pode NÃO estar alinhado com o centro? Sempre haverá uma relação já que estamos no mesmo plano!
– Sim, estamos no máximo solar. O Sol tem ciclos de 22 anos (11 em alta atividade e 11 praticamente adormecido). Os astrônomos ainda não entenderam o que causa esses ciclos, mas eles são bastante confiáveis. Saímos de um mínimo EXTREMAMENTE mínimo, onde o Sol ficou sem atividades (manchas e ejeções de massa coronal) por muitos meses seguidos. Agora parece que o jejum acabou, fevereiro e março desse ano foram meses com MUITA atividade solar, mas isso não tem NADA a ver com o fim do mundo. Acreditem, nós já estamos nesse planeta há pelo menos 1 milhão de anos, então já passamos por “alguns” períodos de máximo solar.
– Nostradamus só prevê coisas depois que elas aconteceram
– Cacique cobra coral também
– Mãe Diná também
– Astrologia é BOBAGEM (favor não insistir)
– NÃO há NEO (Near Earth Objetc – Objeto Próximo à Terra) potencialmente perigoso por pelo menos 65 anos (e NÃO, eu NÃO estou dizendo que o mundo vai acabar daqui a 65 anos!). As agências espaciais mantém uma boa vigilância nesses objetos potencialmente perigosos e mais e mais são descobertos e catalogados todos os dias. Os astrônomos amadores também fazem um excelente trabalho a esse respeito (aliás, sabia que se você descobrir um asteróide, pode dar nome a ele? É bem legal!)

Portanto, dia 21/12/2012 é um dia MUITO especial: Solstício de verão!!!  (para nós aqui em baixo, pra galera lá de cima é solstício de inverno). Mas felizmente é uma data que acontece todo ano e ainda acontecerá por milhões de anos.

Bora abrir uma gelada pra comemorar o verão!

[update] um pouco mais sobre os ciclos solares nesse post.

Método científico

Se tem uma coisa que me intriga é a forma como algumas pessoas simplesmente dão as costas para o método científico no dia-a-dia. Essa frase parece meio absurda para quem não está familiarizado com o termo “método científico”, mas apesar do termo meio assustador, o método cientifico consiste simplesmente em buscar a solução mais racional, utilizando pensamento lógico e experimentação, com objetivo de eliminar hipóteses falsas para que sobre apenas a verdadeira. Se juntarmos tudo isso e tentarmos traduzir, a melhor expressão que define o método científico seria BOM SENSO.

Esse método serve para abordar praticamente qualquer problema que tenhamos no dia-a-dia, desde o mais simples até as questões mais complexas da humanidade. Vou citar apenas 1 exemplo:

Meu celular não liga!
1-Observação: não liga se eu aperto o botão, nenhuma luz acende, se eu ligo ele no carregador ele acende?

2-Hipóteses: pode ser bateria fraca? ele caiu no chão? ou na privada? será que acabou a bateria E o carregador está pifado? será que acabou a bateria E essa tomada que eu tô usando não funciona?

3-Teste: liga na tomada, troca o cabo, troca a tomada, verifica se não tem rachadura, deixa secando por 2 dias. Sempre mexendo uma variável por vez até encontrar o problema e solucioná-lo. Se depois de tudo seu celular nãõ voltou a funcionar, você vai levá-lo a uma assistência técnica sem medo de passar vergonha por não ter visto que simplesmente estava sem bateria e você tentou carregar numa tomada zuada. É o fim da famosa frase “na frente do técnico nunca dá defeito”.

O que mais me deixa inconformado é a galera simplesmente pular a parte dos testes e assumir que o que ela acha é o que vai dar no teste. Imagina que eu não testo o celular em outra tomada simplesmente porque eu ACHO que não vai funcionar do mesmo jeito, pois eu ACHO que o problema é no celular e não na tomada.

Dá vontade de chacoalhar o ser e esbofeteá-lo! CUSTA TENTAR?

Será que ter certeza das coisas via empirismo é tão difícil assim?